(318)
Última edição
Última Edição
Matéria de Capa
Ponto de Vista
Destaque
Dicionário do Setor
Internacional
 
Você está em:

SuperHiper

Trabalho em conjunto dribla adversidades 21/10/2016 11:53:44

Ranking de redes

 

O 16º Estudo Redes e Associações de Negócios traz um panorama da atividade que amadurece no País e se mostra como alternativa Sustentável

 

O associativismo no setor supermercadista brasileiro segue em ascensão. Cada vez mais, as empresas que operam com este modelo de gestão buscam a profissionalização e recursos para superarem a concorrência, conforme mostra o 16o Ranking de Redes e Associações de Negócios da Abras.

 

Em um período com muitas dificuldades e incertezas para a maior parte dos setores da sociedade, a alternativa se mostra ainda mais atraente. Até porque, como será verificado nas próximas páginas, as redes estão obtendo mais avanços em negociações com grandes fornecedores, estão cada vez mais padronizadas e buscam novas alternativas para driblar problemas do dia a dia, ampliando sua representatividade e potencial para os negócios.

 

Neste estudo realizado pelo departamento de Economia e Pesquisa da Abras há o mapeamento da atividade. E ao apresentar os números gerais do associativismo, há a confirmação de sua força. Em 2015, o ano avaliado na pesquisa, as vendas brutas das redes somaram R$ 33,84 bilhões. Este montante representa variação nominal de 8,38% sobre os R$ 31,22 bilhões registrados no ano anterior. E uma das principais constatações, como será visto a seguir no Ranking de Redes, é a de que a maior parte das redes passa por alinhamento no perfil dos participantes e reestruturações.

 

Neste ano, por exemplo, houve leve redução de número de lojas, de 3.816 unidades passou para 3.797, uma queda de 0,5%. No entanto, algumas passaram por ampliações e lojas com portes maiores entraram nas redes. Ou seja, em área de venda o crescimento foi de 1,3%. Juntas, as redes somavam 2,33 milhões de m2 e passaram para 2,36m2 e em número de check-outs ampliaram ainda mais, de 18.699 foram para 19.620, alta de 4,9%.

 

 

Leia a matéria na íntegra na edição de outubro da revista SuperHiper.

 

 



 

Últimas

» “Esse setor sempre foi essencial” 20 de Setembro 2017, 10h43
» E-commerce alimentar: um caminho sem volta 26 de Julho 2017, 09h59
» O grandioso mercado das pequenas lojas 27 de Junho 2017, 14h11
» Os bastidores de cada gôndola 01 de Junho 2017, 14h11
» Em busca da retomada 05 de Maio 2017, 09h19
» Depois da tempestade... 03 de Abril 2017, 09h46
» Sinergia e criatividade para adoçar as vendas da Páscoa 2017 21 de Fevereiro 2017, 16h33
» Um jantar com muita história para contar 27 de Dezembro 2016, 15h59
» Ao cliente, com carinho e exclusividade 23 de Novembro 2016, 15h15
» Trabalho em conjunto dribla adversidades 21 de Outubro 2016, 11h53

Ver mais »