(398)
Convenção
Convenção ABRAS 2016
Convenção ABRAS 2015
Convenção ABRAS 2014
Convenção ABRAS 2013
Convenção ABRAS 2012
Convenção ABRAS 2011
Convenção ABRAS 2010
Convenção ABRAS 2009
Apresentação
 
Você está em:

Convenção

De portas abertas para o relacionamento, o reconhecimento e a tecnologia

 

O principal evento do setor supermercadista brasileiro completa 45 anos, é cada vez mais global e imprescindível... e não para de inovar

Por Wagner Hilário


Presidente da Abras, Sussumu Honda

Costuma-se dizer que o primeiro passo é o mais difícil e o mais importante em qualquer caminhada ou empreitada. E no caso da 45ª Convenção Abras, realizada entre 20 e 23 de setembro, na cidade de Campinas (SP), no Royal Palm Plaza Resort, a solenidade de abertura foi também o presságio do sucesso do evento, que neste ano completou 45 anos de história.

O primeiro a falar na solenidade de abertura foi o presidente da Abras, Sussumu Honda, que contou com uma plateia de mais de 600 pessoas, composta por varejistas brasileiros, internacionais, altos executivos de indústrias de bens de consumo, equipamentos, de tecnologia e autoridades públicas, como deputados federais e representantes de Ministérios, como o da Saúde, Desenvolvimento, Meio Ambiente e Combate à Fome.

Em seu discurso, depois de agradecer à presença de todos e enaltecer a importância de cada um, Sussumu Honda lembrou a vocação inovadora do evento, que em 2011 agregou mais uma atração: a Exposição de Tecnologia para Supermercados.

Além da Convenção, com palestrantes de renome internacional e reuniões entre empresários e profissionais do setor com fornecedores de diferentes segmentos, e do Encontro Internacional de Negócios, em seu quinto ano de existência, o evento incorporou a primeira feira de tecnologia específica para o setor.

"Neste ano, teremos palestras pela manhã, e as tardes ficam reservadas para a nova exposição de tecnologia. Essa é uma inovação que tem tudo a ver com o que temos feito nos últimos anos. Quando assumi a Abras, disse que estruturaria minha gestão num tripé: informação, conhecimento e formação. Nos dias de hoje, não há como falar em informação, conhecimento e formação sem falar em tecnologia.

A tecnologia torna a obtenção e o compartilhamento desses três atributos muito mais rápidos.

Por isso, é com imenso prazer que inauguramos, neste ano, nossa Exposição de Tecnologia para Supermercados", afirmou o presidente da Abras,Sussumu Honda.

Mas, assim como a Convenção, Sussumu foi muito além da Exposição de Tecnologia em seu discurso. "Ano a ano, procuramos trazer os maiores especialistas do mundo em áreas fundamentais à atividade supermercadista para que transmitam seu conhecimento e munam os profissionais, executivos e empresários do setor com o que há de mais atual e eficaz para seus negócios. É uma oportunidade genuína estar aqui, e uma dificuldade imensa realizar um evento desse porte. Nossa convenção é uma festa de conhecimento e relacionamento."

Outro ponto que chama a atenção é o caráter internacional do evento, que tem propiciado encontros profícuos entre supermercadistas brasileiros e fornecedores de todo o mundo, e supermercadistas do mundo inteiro e fornecedores brasileiros.

Pode-se dizer que o evento é o mais importante do setor na América Latina. "Temos aqui boa parte do PIB do varejo latino-americano para a nossa Exposição de Tecnologia, nossas palestras, nosso Encontro Internacional de Negócios e para o Workshop Alas 25 Anos (veja reportagens nesta edição sobre os referidos eventos) e queremos que essa presença seja cada vez mais frequente e produtiva, como já tem ocorrido nos últimos anos", disse Sussumu.

Colaboração

Tão importante quanto servir de elo entre o setor e seus principais parceiros comerciais, o que a Abras faz de forma ainda mais evidente durante a Convenção é servir de elo também entre o setor e as demandas sociais, e isso é feito ao longo de todos os meses do ano de forma bastante intensa. Prova disso foi a presença e a participação de importantes representantes do poder executivo à solenidade de abertura do evento, quando aproveitaram para citar algumas das ações civicamente estratégicas das quais tem participado a entidade.

"É fundamental destacarmos o crescente e vigoroso papel que a Abras desempenha para o País. Temos fé de que este setor continuará a crescer, e é importante que assim seja, pois é exemplo no cumprimento das leis. Estamos falando de um setor que, por meio de sua entidade principal, está sempre disposto ao diálogo e a colaborar com o Brasil", afirmou a diretora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Maria Cecília Martins Brito.

Maria Cecília, que na solenidade representou o presidente da Anvisa, Dirceu Barbano, deu exemplos concretos dessa cooperação entre o setor, por meio da Abras, e a agência. "Através da Escola Nacional de Supermercados (ENS), a entidade tem capacitado manipuladores de alimentos nos supermercados e garantido a segurança alimentar dos consumidores. Também tem atuação direta na campanha que o Ministério da Saúde lançou de combate ao consumo excessivo de sal pela população brasileira, desenvolvendo material de conscientização para ser disposto nos pontos de vendas. Enfim, falamos de uma entidade e de um setor que respeita o consumidor", disse.

Depois de Maria Cecília, foi a vez do deputado Federal por Goiás, Sandro Mabel, do Partido da República (PR), falar sobre o setor e a Abras. O parlamentar destacou o aumento da atuação da entidade no legislativo, sempre com o propósito de interagir e contribuir com os legisladores na defesa dos interesses dos supermercados e do País. "Nenhum setor produtivo no Brasil é tão atuante no legislativo como os supermercados."

O secretário do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Humberto Luiz Ribeiro da Silva, também esteve presente à solenidade, representando o ministro da pasta, Fernando Damata Pimentel. Silva destacou a assinatura do protocolo de cooperação entre Abras e MDIC para a internacionalização das redes de supermercados brasileiras, mas não se limitou a falar da expansão de nossos supermercados pelo mundo. "A integração entre o setor e o governo é inexorável. O Plano Brasil Maior visa fortalecer o setor produtivo brasileiro, e os supermercados cumprem papel fundamental nesse processo de fortalecimento também", afirmou.

Papel socioambiental

As questões ambientais são uma das maiores fontes de preocupação do setor e as inúmeras iniciativas tomadas recentemente dão prova disso e têm o reconhecimento do Ministério do Meio Ambiente (MMA), como atesta a secretária de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental, Samyra Brollo de Serpa Crespo, que compareceu à solenidade representando a Ministra do Meio Ambiente, Isabella Mônica Vieira Teixeira. "Precisamos enaltecer o trabalho que a entidade desempenhou recentemente no combate ao comércio de carne sem certificação de origem e no combate ao comércio de produtos oriundos de áreas ilegalmente desmatadas."

Samyra também enalteceu o que classificou de "iniciativa voluntária", aquelas que não são motivadas por exigências legais, mas por responsabilidade social. "Exemplo dessa disposição é a adesão maciça do setor à campanha do MMA 'Saco é um saco', de estímulo à substituição das sacolas plásticas descartáveis por sacolas reutilizáveis."

Secretária Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, órgão ligado ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Maya Takaji representou a ministra Tereza Campello e falou sobre a parceria estabelecida entre o MDS e a Abras para o Plano Brasil Sem Miséria. "Por meio dessa parceria, empresas supermercadistas já compram produtos cultivados por agricultores familiares e associações estaduais assinam com o governo protocolos de cooperação para o combate à fome em suas regiões", concluiu Maya.