Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

14/03/2019 11:14 - Alesp aprova reajuste de 4,97% para o salário mínimo paulista

Os deputados estaduais aprovaram projeto que fixa os novos valores de pisos salariais para o Estado de São Paulo. A proposta, de autoria do Poder Executivo, tramitou em regime de urgência e garantiu um reajuste de 4,97%.

 

A partir de agora, o piso irá de R$ 1.108,38 para R$ 1.163,55 na primeira faixa salarial; a segunda aumentará de R$ 1.127,23 para R$ 1.183,33.

 

O projeto aguarda a sanção do governador João Doria (PSDB). Os novos valores retroagirão a 1º de janeiro deste ano e serão reajustados anualmente, a fim de adequarem-se às realidades econômicas e sociais decorrentes de cada exercício. O aumento será dado com base na inflação e no crescimento da economia.

 

Para o deputado Davi Zaia (PPS), a proposta é uma garantia de um salário maior e abrange diversas categorias no estado. “Deveríamos fazer esta revalorização todos os anos devido à inflação, pois caso o contrário este piso salarial pode perder seu significado”, explicou.

 

A parlamentar Beth Sahão (PT) comentou o projeto. “Este aumento é importante, mas em nossa opinião ainda está muito abaixo do que o trabalhador do estado merece. De qualquer modo, antes este aumento que nenhum. Qualquer diferença é muito bem-vinda ao bolso do trabalhador”, afirmou.

 

Cerca de 45 milhões de pessoas recebem salário mínimo no País, entre aposentados e pensionistas. A correção do salário mínimo altera os valores de benefícios sociais como o abono salarial e o seguro-desemprego.

 

Estado

 

O salário mínimo paulista foi instituído pela Lei 12.640/2007, aprovada pela Assembleia Legislativa (Alesp) e sancionada pelo então governador José Serra. Na época, havia três faixas salariais: R$ 410, R$ 450 e R$ 490 – respectivamente R$ 30, R$ 70 e R$ 110 acima do mínimo federal.

 

Posteriormente, a Alesp aprovou a Lei 15.624/2014, do governador Geraldo Alckmin, que estabeleceu o piso regional paulista para o ano seguinte. O novo piso passou a ter apenas duas faixas e valia R$ 905 e R$ 920, reajuste de 11,75% e 10%, respectivamente. Os trabalhadores da segunda faixa foram anexados à primeira, e a antiga terceira faixa tornou-se a atual segunda.

 

De acordo com a Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho, mais de oito milhões de pessoas no Estado serão beneficiadas com o piso regional.

 

Fonte: DCI

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

20/03/2019 15:19 - Vendas recuam 7,9% na primeira quinzena de março, diz ACSP
20/03/2019 15:17 - Indústria paulista tem saldo positivo de 11 mil vagas no 1º bi
20/03/2019 15:17 - Prévia mensal do IGP-M acelera 1,06%
20/03/2019 13:03 - PIB brasileiro cresceu 0,3% de dezembro para janeiro, mostra FGV
19/03/2019 14:57 - Brasil recua em ranking de produção global
19/03/2019 14:55 - IGP-M acelera alta a 1,06% na 2ª prévia de março com pressão maior no atacado e varejo,
19/03/2019 11:56 - Depois da indústria e comércio, serviços encolhem
15/03/2019 14:44 - Setor registra maior número de demissões em janeiro desde 2015
15/03/2019 14:42 - Resultado fraco faz varejo revisar avanço em 2019
15/03/2019 14:37 - Volume de serviços no Brasil tem queda inesperada em janeiro

Veja mais >>>