Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

06/12/2018 12:24 - 20% das famílias têm hoje mais da metade da renda comprometida com dívidas

Duas em cada dez famílias tinham mais da metade da renda mensal comprometida com o pagamento de dívidas em novembro, segundo Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic). Os dados foram divulgados ontem pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), e mostram que, em novembro, a proporção das famílias com dívidas era de 60,3% - menos do que os 60,7% visto em outubro e que os 62,2% de novembro de 2017.

 

Mesmo assim, houve uma ligeira queda na inadimplência: 22,9% das família entrevistadas informaram possuir dívidas ou contas em atraso em novembro, 0,6 ponto porcentual a menos do que no mês anterior, mas bem abaixo do verificado em novembro do ano passado: 25,8%.

 

A Peic mostrou que o percentual de famílias que declararam não ter condições de pagar as contas ou dívidas em atraso e que, portanto, tendem a seguir inadimplentes, ficou estável em 9,5%, abaixo do 9,9% na passagem de outubro para setembro. Em novembro de 2017, o indicador estava em 10,1%. "As famílias brasileiras se mostraram mais otimistas em relação à sua capacidade de pagamento", diz a economista responsável pelo estudo da CNC Marianne Hanson.

 

Segundo ela, a queda na inadimplência vem acompanhando um patamar menor de endividamento e a redução do comprometimento da renda das famílias destinada ao pagamento de dívidas.

 

Pedra no sapato

Os juros mais baixos contribuem, mas o cartão de crédito continua sendo vilão do endividamento para 77,4% das famílias entrevistadas. Os carnês são o principal tipo de dívida para 14 8% das famílias entrevistadas e, em terceiro lugar, aparece o financiamento de carro (10,2%). Além disso, a proporção das famílias que se declararam "muito endividadas" ficou praticamente estável: 12,8% em novembro contra 12,9%, no mês anterior. Na comparação anual, a queda foi de 1,8 ponto porcentual.

 

Já o tempo médio de atraso para o pagamento de dívidas foi de 64,6 dias em novembro de 2018, acima dos 64,2 em 2018. Em média, o comprometimento com as dívidas foi de 6 9 meses, sendo que 31,6% das famílias possuem dívidas por mais de um ano.

 

 

Fonte: DCI

 

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

10/12/2018 14:50 - Varejo terá melhor dezembro em 10 anos, diz FecomercioSP
10/12/2018 14:38 - Atividade do comércio recua 0,5% em novembro
10/12/2018 13:12 - Consumo: Amigo secreto reduzirá gastos do Natal
10/12/2018 13:11 - IPC-S reduz queda a 0,06% 1ª quadrissemana de dezembro, diz FGV
10/12/2018 13:11 - Tendência é dos índices de inflação ficarem sob controle no curto prazo
10/12/2018 13:10 - Focus: Economistas passam a ver Selic mais baixa em 2019 com cenário de inflação cada vez mais fraca
10/12/2018 11:58 - Chocolate se fortalece e se estabelece como presente de Natal no Brasil
10/12/2018 10:33 - Kantar Worldpanel: Consumo de cerveja cresce no Brasil
07/12/2018 11:27 - Conab divulga produtos com descontos no financiamento de agricultores em dezembro
07/12/2018 11:26 - Preço do leite pago ao produtor caiu quase 4% em Mato Grosso, diz Imea

Veja mais >>>