Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

03/12/2018 13:33 - Preço de frutas, legumes e verduras dispara nas feiras

O consumidor já começa a sentir no bolso o aumento no preço de algumas frutas, legumes e verduras. De acordo com o índice de elevação de preços da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP) as frutas encareceram 5,01% e os legumes 9,01%.

 

Exemplos dos campeões de preço são o abacate, tangerina, cebola, alho e a batata. Mas o vilão da cesta básica tem sido mesmo o tomate. Neide Chaves afirma que todos os preços têm aumentado e não consegue mais encontrar os que ficavam estáveis. No entanto, "o tomate foi o que eu percebi que disparou".

 

Com variações entre quatro e seis reais, os tomates do tipo italiano estavam em quase todas as bancas da feira visitada pelo Diário desta semana, porém em menor quantidade. O feirante Victor Hugo comenta que tem trabalhado com os preços em alta há mais ou menos 6 meses e afirma que preço da fruta foi um dos que mais subiu.

 

"Há o que chamamos de safra e entressafra. Além disso, no mês de outubro e agora em novembro tivemos um período de chuvas muito grande. Muitas plantações fora perdidas, e o que sobrou ficou mais caro", explicou.

Além do tomate, o abacate do tipo avocado também dobrou de valor. A feirante Eloísa Helena conta que um deste tipo está custando quatro reais, quando em seu preço normal vale dois.

 

Outros dois consumidores, Edivaldo Barbosa e Marilúcia da Silva, comentam que os preços estão em alta há algum tempo e isso faz com que eles procurem lugares mais baratos para fazer as compras. O rapaz diz que normalmente costuma conseguir comprar tudo o que deseja na feira, mas tem ido à mercado também para ver se encontra mais variedades.

 

Próximas semanas

 

Há uma expectativa que os preços continuem em alta por causa da próxima estação que está para começar: o ¬verão.

A estudante de Engenharia Química, Letícia Firmino, diz que o tomate é uma fruta que já tem muita água e, nessa época que antecede o verão, há uma época de chuva muito grande.

 

"Além disso, o sol também é muito forte, o que acaba prejudicando o cultivo do produto e estragando muito mais fácil. Ele pode ficar também com a pele ¬danificada, tornando os frutos restantes que estão em bom estado muito mais caros para compensar a perda dos que estragaram", conclui.

 

Fonte: Diário do Litoral


 

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

10/12/2018 14:50 - Varejo terá melhor dezembro em 10 anos, diz FecomercioSP
10/12/2018 14:38 - Atividade do comércio recua 0,5% em novembro
10/12/2018 13:12 - Consumo: Amigo secreto reduzirá gastos do Natal
10/12/2018 13:11 - IPC-S reduz queda a 0,06% 1ª quadrissemana de dezembro, diz FGV
10/12/2018 13:11 - Tendência é dos índices de inflação ficarem sob controle no curto prazo
10/12/2018 13:10 - Focus: Economistas passam a ver Selic mais baixa em 2019 com cenário de inflação cada vez mais fraca
10/12/2018 11:58 - Chocolate se fortalece e se estabelece como presente de Natal no Brasil
10/12/2018 10:33 - Kantar Worldpanel: Consumo de cerveja cresce no Brasil
07/12/2018 11:27 - Conab divulga produtos com descontos no financiamento de agricultores em dezembro
07/12/2018 11:26 - Preço do leite pago ao produtor caiu quase 4% em Mato Grosso, diz Imea

Veja mais >>>