Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Bebidas

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Bebidas

14/01/2016 11:30 - Uvas direcionadas à produção de vinhos finos

O desenvolvimento de novas técnicas também permite que culturas tradicionais de outras regiões se adaptem bem em Minas Gerais, gerando produtos de alta qualidade, como a produção de uvas para vinhos finos. A novidade está em Três Corações, no Sul do Estado, conhecida pela produção de café e localizada no polo turístico da Estrada Real.
 
A história foi iniciada há 12 anos, quando o médico Marcos Arruda Vieira se interessou pela ideia do pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) Murillo de Albuquerque Regina em produzir vinho na região. Ao longo do período, várias pesquisas foram desenvolvidas na Fazenda da Fé, em Três Corações, propriedade de Arruda.
 
A técnica desenvolvida consiste na dupla poda das videiras, o que permitiu a colheita das uvas no final de julho e início de agosto, quando o clima do município se torna ideal, com dias mais secos e quentes e noites frias. As podas são feitas logo após a colheita da uva e, em dezembro, ocorre nova poda, mais radical, com isso, a planta floresce em meados de abril e as uvas podem ser colhidas no final de julho e início de agosto, período seco.
 
“O segredo para se produzir uma uva de qualidade é a diferença térmica do clima, que permite o amadurecimento correto da fruta. A região de Três Corações é propícia para isso, já que o inverno é seco. Com as duas podas e a colheita no período seco, conseguimos preservar a qualidade da uva e gerar um vinho especial”, disse Arruda. Ao longo dos anos foram testadas quatro tipos de videiras, sendo que a syrah obteve o melhor desempenho. Somente em 2010 foi conquistado o resultado esperado.
 
Área - A área cultivada em Três Corações é de 12 hectares, que produzem cerca de 6 toneladas de uva ao ano. Com o volume é possível produzir cerca de 5 mil litros de vinho. De qualidade diferenciada, a garrafa é comercializada em casas especializadas em Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro, a R$ 80, em média. O vinho Primeira Estrada, produzido na Vinícola Estrada Real, tem boa aceitação e vem servindo de exemplo para que novos produtores invistam no setor.
 
 “Somos pioneiros e queremos incentivar o ingresso de novos produtores na fabricação de vinhos em Minas Gerais. Os resultados positivos que conquistamos, mostram como é importante investir em pesquisa, e a parceria com a Epamig foi fundamental para o sucesso. Acredito que em pouco tempo, a região será um destaque na produção de vinho de alta qualidade. Minas Gerais tem um potencial fantástico para isso”, disse Arruda.

 



Veículo: Jornal Diário do Comércio - MG

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

09/09/2019 11:35 - Marcas premium têm crescido no mercado
07/08/2019 12:27 - Dia Internacional da Cerveja no Super Nosso
10/07/2019 16:56 - Cerveja poderá ter leite e mel em sua composição
10/07/2019 16:47 - ICMS de alimentação e bebidas em bares será de 4% no Rio
08/07/2019 14:52 - Vinhos paulistas se destacam entre os melhores do Brasil
14/06/2019 11:19 - Como está o mercado cervejeiro no Brasil?
11/06/2019 12:16 - Garrafa de cerveja retornável volta a ganhar espaço no mercado Brasileiro
30/05/2019 11:58 - Ministério da Agricultura registra produtores de cachaça e aguardente
21/05/2019 11:30 - Clube de vinhos mira o varejo para crescer 15%
06/05/2019 10:54 - Cerveja puro malte cresce 81% em volume de consumo no Brasil

Veja mais >>>