Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Bebidas

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Bebidas

20/08/2015 10:20 - Vinhos Quinta Maria Izabel, de Portugal, chegam ao mercado recifense

                         Produção comandada pelos empresários João Carlos e Reginaldo Paes Mendonça está a venda a partir desta quinta-feira (20).

Reconhecidos no negócio do varejo, os empresários João Carlos Paes Mendonça e Reginaldo Paes Mendonça fazem sua estreia no mundo dos vinhos. Da região milenar do Douro, em Portugal, desponta o rótulo Quinta Maria Izabel. A partir de hoje, restaurantes, delicatessen e lojas especializadas terão a novidade nas suas adegas para oferecer aos consumidores recifenses. A capital pernambucana foi escolhida para abrigar o lançamento mundial da bebida, com apresentação para empresários e imprensa. Depois a marca será distribuída no Nordeste, no mercado brasileiro e na Europa.

“Fiquei encantado pela região do Douro e decidi investir lá. Foi um sonho e uma emoção chegar ao Douro, mas nos impusemos o desafio de produzir um vinho de qualidade. Trata-se de uma missão difícil, mas conseguimos contar com a consultoria do empresário e enólogo Dirk Niepoort. A família dele se instalou em Portugal em 1841 e hoje sua empresa produz 60 rótulos de vinhos e distribui em 62 países”, destaca João Carlos.

Com uma área de 130 hectares, a Quinta Maria Izabel iniciou a pesquisa e o planejamento da produção há 3 anos. Localizada na região central do Douro, a propriedade tem 70 hectares dedicados às vinhas com o plantio de 18 castas. No caso do vinho tinto, as principais são a Touriga Nacional, Tinta Branca, Touriga Franca, Tinta Roriz, Sausão, Tinta Amarela, Mesa, Mistura Tinto e outras. “Apesar de a região do Douro ser muito boa para Vinho do Porto, a Quinta Maria Izabel está bem planejada para o vinho tinto, em função de sua localização à margem Sul do Douro”, explica Dirk.

O tinto será apresentado nas versões de 750 ml, 1,5 litro, 3 litros e 5 litros. Da primeira produção de 50,3 mil garrafas, o Tinto Safra 2012 representa 70%. O portfólio também inclui Branco, Rosé e Porto Vintage, com uma grande aposta no Branco para cponquistar os nordestino, sobretudo o público feminino.

“Como diz João Carlos, não existe futuro sem respeito ao passado. Temos que respeitar os 2 mil anos de história do Douro, uma região com 45 mil hectares e 23,9 mil produtores. A Quinta Maria Izabel tem uma equipe exemplar e vamos fazer a diferença trazendo grandes vinhos típicos do Douro. O mundo está farto de castas como cabernet, chardonnay e merlot. Os brasileiros estão interessados nos vinhos tradicionais portugueses, com personalidade e individualidade. A região da Quinta produz vinhos equilibrados, intensos e com boa acidez”, detalha Dirk.

Para importar e distribuir os vinhos da Quinta Maria Izabel foi criada a empresa Ridouro, sediada no Recife. O gerente da importadora, João Ferreira, diz que o primeiro contêiner refrigerado desembarcou no Porto de Suape há um mês. “As garrafas saem do Porto de Leixões (segundo maior de Portugal e distante 4 km do Douro) e desembarca em Suape para depois serem armazenadas no Recife”, diz, explicando a logística. Um novo carregamento vai desembarcar em Suape no próximo mês. Só para atender o mercado recifense foram destinadas 15 mil garrafas. A estrutura bem planejada vai permitir entregar o produto com um intervalo médio de 24 horas após o pedido.

“Estaremos nos melhores restaurantes, delicatessen, empórios e lojas especializadas em bebidas. Depois do Recife vamos distribuir o Maria Izabel pelo Nordeste e alcançar o Brasil. Em seguida vamos partir para Portugal, Bélgica, Macau e Angola”, adianta João Carlos. No Recife, o vinho estará em casas como Rui Paula, Kizu, Mingus, Chicama, Chiwake, Azú Comedoria, Camarada, Çava, Toscana, Beijupirá, Filipe, Leite, Tapa de Cuadril, Bargaço, Barchef, Perini, Casa dos Frios e Ingá.

“Os vinhos também estarão disponíveis para venda direta ao consumidor na quantidade mínima de seis garrafas. As vendas já estão acontecendo pelo site da Ridouro (www.ridouro.com.br)”, observa Ferreira. O nome Maria Izabel é uma conjunção de homenagens às mulheres brasileiras e portuguesas, à esposa de João Carlos (Maria Auxiliadora) e à Princesa Izabel.

 


Veículo: Jornal do Commercio - PE

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

10/07/2019 16:56 - Cerveja poderá ter leite e mel em sua composição
10/07/2019 16:47 - ICMS de alimentação e bebidas em bares será de 4% no Rio
08/07/2019 14:52 - Vinhos paulistas se destacam entre os melhores do Brasil
14/06/2019 11:19 - Como está o mercado cervejeiro no Brasil?
11/06/2019 12:16 - Garrafa de cerveja retornável volta a ganhar espaço no mercado Brasileiro
30/05/2019 11:58 - Ministério da Agricultura registra produtores de cachaça e aguardente
21/05/2019 11:30 - Clube de vinhos mira o varejo para crescer 15%
06/05/2019 10:54 - Cerveja puro malte cresce 81% em volume de consumo no Brasil
14/03/2019 11:22 - Por que bebemos tão pouco vinho?
08/03/2019 14:31 - Consumo de refrigerantes só deve apresentar recuperação em 2020

Veja mais >>>