Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Geral

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Geral

19/04/2017 12:22 - Indústria de SP gera 9,5 mil empregos em março, queda de 0,12% ante fevereiro

A indústria paulista gerou 9,5 mil postos de trabalho em março, o que representa uma queda de 0,12% frente a fevereiro, considerando correções sazonais. Sem os ajustes, houve crescimento de 0,45%.

Os dados são da Pesquisa de Nível de Emprego do Estado de São Paulo, feita em conjunto pela Fiesp e Ciesp, divulgada ontem (18).

 

A abertura de vagas foi impactada principalmente pelo setor de açúcar e álcool, que está em período de safra, segundo o estudo.

De janeiro a março, a indústria acumula saldo positivo de 13,5 mil empregos, um crescimento de 0,62% ante o trimestre anterior, sem ajustes sazonais. No mesmo período do ano passado, foi registrada queda de 1,33%.

De acordo com a pesquisa, o emprego industrial caminha para a estabilidade em 2017.

 

Setores

Dos 22 setores analisados pelo estudo, 12 fecharam mais vagas do que abriram, oito ficaram positivos e dois ficaram estáveis no mês de março, em relação a fevereiro.

O segmento que mais demitiu foi o de produtos diversos, com retração de 1,82%, ainda sem considerar ajustes sazonais. O de impressão e reprodução de gravações aparece na sequência, com queda de 0,98%.

 

Regiões

No interior paulista, a geração de empregos ficou positiva em 0,82% em março. Já na grande São Paulo, houve queda de 0,53%. Os dados não levam em conta ajustes sazonais.

 

Em 16 regiões do estado mais vagas foram abertas do que fechadas: Piracicaba, com crescimento de 3,13% influenciado pelo setor de produtos alimentícios (11,47%) e máquinas e equipamentos (1,30%); Jaú (2,98%), com impacto de produtos alimentícios (6,41%) e artefatos de couro e calçados (3,09%); e Limeira (2,56%), por produtos diversos (15,63%) e coque, petróleo e biocombustíveis (8,09%).

 

Do lado negativo, ficaram em destaque a regiões de Botocatu, com queda de 1,58%, influenciada por produtos de metal (-40,00%); Santa Barbara D'Oeste (-1,54%), também no rastro de produtos de metal (-7,21%) e de produtos de borracha e plástico (-5,20%); e Sorocaba (-1,49%), impactada por máquinas e equipamentos (-16,74%) e produtos de metal (-5,21%).



Fonte:  G1

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

23/11/2017 14:36 - Produtor enfrenta alta nos insumos
23/11/2017 14:35 - Aprovação do Renovabio deve ficar para 2018
22/11/2017 11:10 - Novo selo confere garantias de origem
22/11/2017 11:08 - Setor pede o fim da cobrança do Funrural
16/11/2017 11:31 - Marfrig e Minerva ganham espaço no mercado com crise detonada pela JBS
16/11/2017 11:31 - Governo cria comitê do Plano ABC para monitorar redução de emissões de gases estufa na agropecuária
16/11/2017 11:30 - Arroz: Indústria ativa e retração produtora sustentam valores do casca
14/11/2017 12:04 - Confiança do agronegócio cresce 6 pontos no 3º trimestre
10/11/2017 12:13 - Conab confirma estimativa de alta na produção de soja para próxima safra
10/11/2017 12:03 - Produção aumentará 31% em 2018

Veja mais >>>