(411)
Associações Estaduais
Notícias
Apresentação
Contatos
 
Você está em:

Abras

APAS: Preços nos supermercados recuam 04/09/2017 18:48:15

São Paulo - Os preços dos produtos vendidos nos supermercados voltaram a apresentar queda no mês de julho. A deflação, em relação ao mês anterior, foi de -0,24%, segundo o índice calculado pela Associação Paulista de Supermercados (Apas).

 

No acumulado do ano, de janeiro a julho, o indicador ficou em -0,54%, frente igual período do ano passado. Já na medição dos últimos 12 meses finalizados em julho o recuo nos preços foi ainda maior, de -1,11%. A retração do índice nas três medições - variação mensal, acumulado do ano e em 12 meses -, não ocorria, segundo o gerente de economia e pesquisa da Apas, Rodrigo Mariano, desde dezembro de 2009, quando a inflação apresentou queda de -0,89 na variação mensal e de -0,16% na medição do acumulado do ano.

 

A variação em 12 meses, registrada em julho, foi a menor desde dezembro de 2006, quando havia sido de -1,31%.

 

Na avaliação da entidade, a redução dos preços de produtos vendidos nos supermercados se deu por uma somatória de fatores, entre eles a demanda reprimida pelo cenário econômico e pela alta do desemprego - o que gerou, por sua vez, uma redução da renda da população. O ambiente climático favorável, que contribuiu para safras maiores e de melhor qualidade, também foi decisivo para a deflação, assim como a maior oferta e disponibilidade de diversos produtos no mercado interno.

 

"Mas este acontecimento não é algo recorrente e também pode sinalizar uma ampla abertura para a equipe econômica, no que diz respeito à política monetária, que atue no sentido de melhorar o ambiente de negócios, tanto na ótica de investimento, quanto de consumo", afirmou a entidade, através de nota à imprensa.

 

No ano passado, o índice de preços dos supermercados da Apas fechou com um crescimento de cerca de 7,93%. Este ano, no entanto, o indicador vem apresentando deflação em diversos meses. No acumulado dos primeiros seis meses do ano, por exemplo, a deflação já tinha sido de -0,3%. Em junho, frente ao mês anterior, o recuo dos preços tinha sido de aproximadamente -0,8%.

 

Metodologia

 

Medido em parceria com a Fipe, o índice de preços dos supermercados é composto por 225 itens pesquisados mensalmente em seis categorias: semielaborados, industrializados, produtos in natura, bebidas, artigos de limpeza e artigos de higiene e beleza.

 

 

Fonte: DCI São Paulo



 

Últimas

» AMIS vai debater o empreendedorismo durante evento Líderes do Varejo 19 de Fevereiro 2018, 17h18
» Empregos formais nos supermercados de São Paulo fecham 2017 com o maior número já observado para o setor 15 de Fevereiro 2018, 17h00
» Vendas nos supermercados paulistas fecham 2017 com crescimento de 2% 02 de Fevereiro 2018, 16h14
» Vendas nos supermercados de SC fecham 2017 com alta de 2,35% 02 de Fevereiro 2018, 16h10
» ASSURN firma parceria com a Brink’s 31 de Janeiro 2018, 16h33
» Agas estreia novo site 27 de Janeiro 2018, 19h34
» Programa Alimento Sustentável/RAMA da ACATS cresce em SC 26 de Janeiro 2018, 11h56
» Confiança do setor supermercadista sobe em dezembro e há otimismo em relação às vendas de verão 22 de Janeiro 2018, 17h47
» Nota oficial Apras – Vale-Gás 29 de Dezembro 2017, 11h58
» Vitória do setor supermercadista: fim da cobrança de taxas negativas pelas empresas de voucher 29 de Dezembro 2017, 11h58

Ver mais »